APOCATÁSTASE - Considerações astrológicas do verdadeiro motivo original e a eterna ordem da criação

 

Símbolos
Símbolos
O domicílio segundo

 

Há mais ou menos 2000 que os astrólogos têm estudado factos com sucesso contra a privação do segundodomicílio dos cinco planetas clássicos, mas acima de tudo a semelhança da natureza dos planetas com estes atributos. Essa relação é mais uma vez evidente na literatura astrológica, numa menor extensão, como com o seu primeiro domicílio. Por esse motivo, podemos realmente falar dum 2º domicílio. É óbvio qu cinco dos planetas clássicos, como, por exemplo Júpiter para Peixes ou Marte para Escorpição, têm um domicílio secundário. Isso, no entanto, também significa que os novos planetas possuem um 2º domicílio; Urano para Capricórnio, Netuno para Sagitário, o feminino Vênus (Faunus) para a Libra e o Mercúrio feminino (Iustitia) para Gêmeos.

   Isso finalmente resolve o problema com os antigos e novos governantes (Saturno-Urano-Aquário, Júpiter-Netuno-Peixe e Marte-Plutão-Escorpião).

   No que diz respeito às luzes de vida (Lua - Sol), existem algumas dúvidas justificadas acerca dessa troca. Os astrólogos estiveram, por exemplo, sempre convencidos de que Júpiter, por intermédio de Peixes, tinha um domicílio, mas não que a Lua tinha um por intermédio de Leão. Isto significaria que a Lua em Câncer tem um 1º e 2º domicílio. O mesmo acontece para o Sol em Peixes. Assim, o 2º domicílio não está alinhado com a mesma perfeição que o 1º domicílio está.

   Na astrologia clássica já se conhecia sete atribuições (Vênus-Touro, Lua-Câncer, Sol-Leão, Mercúrio-Virgem, Marte-Escorpião, Saturno-Aquário, Júpiter-Peixes). As cinco atribuições (Urano-Capricórnio, Netuno-Sagitário, Plutão-Áries, Faunus-Libra, Iustitia-Gemini) são novas. Nos signos opostos pode-se encontrar o 2º exílio.

   O 2º domicílio é a segunda dignidade mais importante dos planetas. É aqui que existem as segundas maiores semelhanças entre os planetas e os signos do zodíaco. Esta disposição surgiu em 1974.

2. domicílio / 2. dignidade